domingo, 23 de novembro de 2008

A influência das línguas africanas no português

A maior influência das línguas africanas no português, deu-se no léxico, isto é, no nosso vocabulário, a exemplo temos importantes palavras como bunda, samba, moleque, tanga, sunga, cachaça, axé (de étimo fon/iorubá), capanga, pombajira, macumba, caçula, babá, xingar, lengalenga, bambambã, fungar, xodó, agogô, batuque, banguela, berimbau, cachimbo e cacimba, jiló, marimbondo, maxixe e muamba, quenga, quilombo e zumbi.
O principal grupo linguístico, da África, que influenciou o português, principalmente o português do brasil, foi o banto que compreende a família linguística Níger-congo com as línguas quicongo (o quicongo é falado na República Popular do Congo), quimbundo ( o quimbundo é a língua da região central de Angola), umbundo ( umbundo é falado no sul de Angola e em Zâmbia) e outras, ainda, como o kwa, ewe-fon, iorubá.
Várias sociedades africanas que utilizavam determinadas palavras parecidas foram chamadas de bantu pelos europeus.
Bantu - significa um coletivo de seres humanos.
O grupo linguístico banto compreende cerca de 300 línguas muito semelhantes, faladas em 21 países: Camarões, Chade, República Centro-Africana, Guiné Equatorial, Gabão, Ango-la, Namíbia, República Popular do Congo (Congo-Brazzaville), República Democrática do Congo (RDC ou Congo-Kinshasa), Burundi, Ruanda, Uganda, Tanzânia, Quênia, Malavi.
A região banto era situada ao longo da extensão sul da linha do equador, e a região oeste-africana ou “sudanesa”, que abrange territórios que vão do Senegal à Nigéria.









Região Bantu
















Línguas estrangeiras hoje na África
















Mapa dos grandes grupos linguísticos da África

Fontes de consultas: Artigo da professora Yeda Pessoa de Castro na revista do Iphan
Dicionario Houaiss, versão 2.0 ; Dicionário Aurélio, versão 3.0
Enciclopédia Wikipédia

1 comentários:

Anônimo disse...

verdade sou brasileira mas moro em Angola sei falar angolano gosto muito de Angola acho legal apesar de ser brasileira fui para Angola pequenina!

Postar um comentário

 

Creative Commons License Customizado por UC Powered by Blogger